Capitulo I

A Hospedaria Ultimo Lar, em Solace, é conhecida por toda Ansalon como ponto de partida para aqueles que procuram aventuras e nesse dia abafado de verão não foi diferente. Biromir, Corto e Dogan e Veshal aceitaram uma perigosa, porém muito recompensadora missão: caçar e matar o filhote de dragão verde. Porém eles não iriam sozinhos iam conseguir reforços e um barco em Porlinost.
Tiveram uma viagem dificil pela borda da floresta de Qualinesti onde tiveram que passar pelo Alys Narren( o lago da morte), mas isso não os intimidou.
Chegando no porto Dogan e Corto desistiram da aventura e foram seguir seus caminhos. Lá conheceram um grupo de 12 mercenários liderados por Golfac, pareciam homens desesperados por dinheiro e glórias, Veshal e Biromir acabaram por fazer amizade com Croonallway e Dameron.
Então esse grupo grande de mercenários subiu o rio numa pequena embarcação floresta adentro até a gruta que havia sido indicada como a toca da fera. Uma batalha mortal se seguiu dentro do covil, muitos morreram, incluindo Dameron que se sacrificou para salvar Saksa, uma barbara das planices da Abanassinia, mas o grupo obteve a vitória que tanto alcançavam. Derrotaram o dragão e levaram sua cabeça até Solace como prova de sua vitória para coletar a recompensa.

Provando que eram aventureiros competentes, Biromir, Veshal e Croonalway aceitaram mais uma missão do mesmo contratante: levar um grande baú de tesouro pela estrada Norte de Haven até Cordilheira Comprida. Dessa vez os reforços seriam outros aventureiros: Trundle, Casden e Welmerson se uniram ao Grupo.
Ao chegar na cidade montanhosa os aventureiros descobriram que quem havia os contratado era Syndil, a protetora da vila, uma dragoa de cobre muito generosa. Ela ofereceu que cada um dos recompensados pegasse algo de sua sala do tesouro, porém enquanto os aventureiros se maravilhavam com as riquezas que um dragão pode acumular mesmo sendo de boa índole, Syndil foi assassinada na caverna ao lado. A única coisa que ouviram foi um grito “Fujam!”.
Escapando por uma passagem, Casden, Croonalway e Biromir estavam perdidos nas montanhas quando um Grande Dragão Vermelho os abordou, pensaram que seu destino estava traçado, mas Phartunax queria agradecer pois acreditava que os aventureiros haviam derrotado a sua rival.

De volta a civilização em Haven, o grupo descobriu que estavam sendo responsabilizados pela morte da dragoa de cobre, Croonallway usou de seus subterfugios e escapou enquanto o resto do grupo foi escondido por espiões da Legião de Aço. O baú que o grupo escoltou até Syndil continha diversos livros e quando percebeu que ela estava morta, Casden levou os livros na fuga consigo. Os legionarios decifraram códigos nesses livros e descobriram que Syndil temia por sua vida pois vários dragões estavam sendo assassinados, ela estava se comunicando através desses livros com Zotranox, um amigo numa linha no novo mar, e os aventureiros foram até ele buscar informações para livrar seus nomes.

Capitulo I

A Cabeça do Dragão rodolfobinatto